Em 06/12/2017

 

Júri absolve 3 de uma mesma família que respondiam por tentativa de homicídio em Itaporanga

 



          Por Redação da Folha – Por maioria de votos, o Conselho de Sentença do Tribunal do Júri da comarca de Itaporanga, em sessão nessa terça-feira, 5, absolveu três réus de uma mesma família que respondiam em liberdade à acusação de uma tentativa de homicídio em janeiro de 2006 dentro de uma fábrica têxtil de Itaporanga contra um funcionário da empresa, que foi esfaqueado, mas sobreviveu às lesões corporais.

            Os jurados foram convencidos pela defesa dos réus e entenderam que os acusados Cícero Romão da Silva, Ivanildo Alves da Silva e Severino Alves Timóteo, pai, filho e tio respectivamente, não cometeram tentativa de homicídio contra a vítima, sendo o delito reclassificado como lesão corporal grave. Com isso, foi a própria juíza que presidiu a sessão do julgamento, Brena Brito, que julgou os três.

            Pela lesão corporal, eles foram condenados a um ano e seis meses de prisão, mas a sentença foi convertida em prestação de serviços à comunidade por um ano e, depois, para concluírem o tempo da pena, precisam apresentar-se regularmente à Justiça, não podendo neste período se ausentarem da comarca. Os réus foram defendidos pelos advogados Severino do Ramos, Ana Maria Freitas e Jailma Alves.

            A Promotoria Pública não concordou com a absolvição, mas esse foi o segundo júri a que os réus foram submetidos e novamente absolvidos. No primeiro julgamento o promotor conseguiu anular, e não há informação se recorrerá também contra o segundo júri.

 

 

 

 

 

 

 

 

Informes & Opinião

Folha do Vale www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados