Em 14/04/2018

 

Depois de quase uma década, açude que abastece Itaporanga sangra e população comemora

 



             Por Redação da Folha – Desde o final da madrugada deste sábado, 14, o açude de Cachoeira dos Alves, que abastece Itaporanga, está sangrando. A deságua do reservatório, que tem capacidade máxima para 10, 5 milhões de metros cúbicos d’água, ocorre depois de quase dez anos.

            A seca histórica e sucessiva que se abateu sobre a região deixou o reservatório na lama e a cidade sem água em 2016, mas, a partir do começo de 2017, o reservatório começou a ser recarregado e alcançou sua capacidade máxima neste sábado em razão das últimas chuvas.

            Conforme o chefe do escritório local da Cagepa, Pedro Ferreira Filho, a sangria começou por volta das 4h de hoje. A vasão d’água ainda é pouca, mas está se acentuando com o passar das horas, porque os riachos que alimentam o açude continuam descarregando. A notícia foi comemorada pela população urbana, que agora tem a certeza da água em casa por muitos anos.

 

 

          Obra jornalística protegida pela Lei nº 9.610/98. Proibida a reprodução.

 

 

 

 

 

Informes & Opinião

 

 

 

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados